Santo agostinho interna

Introdução ao pensamento de Santo Agostinho

  • Aula 1 - Introdução
    • Aula 1 - Introdução
    • Aula 1 (áudio) - Introdução
    • Aula 1 - Introdução
  • Aula 2 - Cristianismo e filosofia
    • Aula 2 - Cristianismo e filosofia
    • Aula 2 (áudio) - Cristianismo e filosofia
    • Aula 2 - Cristianismo e filosofia
  • Aula 3 - A especificidade da sabedoria cristã
    • Aula 3 - A especificidade da sabedoria cristã
    • Aula 3 (áudio) - A especificidade da sabedoria cristã
    • Aula 3 - A especificidade da sabedoria cristã
  • Aula 4 - A especificidade da sabedoria cristã
    • Aula 4 - A especificidade da sabedoria cristã
    • Aula 4 (áudio) - A especificidade da sabedoria cristã
    • Aula 4 - A especificidade da sabedoria cristã
  • Aula 5 - A vida e a obra
    • Aula 5 - A vida e a obra
    • Aula 5 (áudio) - A vida e a obra
    • Aula 5 - A vida e a obra
  • Aula 6 - A vida e a obra
    • Aula 6 - A vida e a obra
    • Aula 6 (áudio) - A vida e a obra
    • A vida e a obra
  • Aula 7 - Aspectos gerais do pensamento de santo Agostinho
    • Aula 7 - Aspectos gerais do pensamento de santo Agostinho
    • Aula 7 (áudio) - Aspectos gerais do pensamento de santo Agostinho
    • Aula 7 - Aspectos gerais do pensamento de santo Agostinho
  • Aula 8 - Aspectos gerais do pensamento de santo Agostinho
    • Aula 8 - Aspectos gerais do pensamento de santo Agostinho
    • Aula 8 (áudio) - Aspectos gerais do pensamento de santo Agostinho
    • Aula 8 - Aspectos gerais do pensamento de santo Agostinho
  • Aula 9 - Fé e razão
    • Aula 9 - Fé e razão
    • Aula 9 (áudio) - Fé e razão
    • Fé e razão
  • Aula 10 - Fé e razão
    • Aula 10 - Fé e razão
    • Aula 10 (áudio) - Fé e razão
    • Aula - 10 - Fé e razão
  • Aula 11 - Visão de mundo
    • Aula 11 - Visão de mundo
    • Aula 11 (áudio) - Visão de mundo
    • Aula 11 - Visão de mundo
  • Aula 12 - O ser humano
    • Aula 12 - O ser humano
    • Aula 12 (áudio) - O ser humano
    • Aula 12 - O ser humano
  • Aula 13 - A inquietude do homem
    • Aula 13 - A inquietude do homem
    • Aula 13 (áudio) - A inquietude do homem
    • Aula 13 - A inquietude do ser humano
  • Aula 14 - Beatitude
    • Aula 14 - Beatitude
    • Aula 14 (áudio) - Beatitude
    • Aula 14 - Beatitude
  • Aula 15 - Beatitude - Parte II
    • Aula 15 - Beatitude - Parte II
    • Aula 15 (áudio) - Beatitude - Parte II
    • Aula 15 - Beatitude - Parte II
  • Aula 16 - Beatitude - Parte III
    • Aula 16 - Beatitude - Parte III
    • Aula 16 (áudio) - Beatitude - Parte III
    • Aula - Beatitude - Parte III
  • Aula 17 - Beatitude - Parte IV
    • Aula 17 - Beatitude - Parte IV
    • Aula 17 (áudio) - Beatitude - Parte IV
    • Aula 17 - Beatitude - Parte IV
  • Aula 18 - Beatitude - Parte V
    • Aula 18 - Beatitude - Parte V
    • Aula 18 (áudio) - Beatitude - Parte V
    • Aula 18 - Beatitude - Parte V
  • Aula 19 - A existência de Deus
    • Aula 19 - A existência de Deus
    • Aula 19 (áudio) - A existência de Deus
    • Aula 19 - A existência de Deus
  • Aula 20 - A existência de Deus - Parte II
    • Aula 20 - A existência de Deus - Parte II
    • Aula 20 - A existência de Deus - Parte II
    • Aula 20 (áudio) - A existência de Deus - Parte II
  • Aula 21 - A existência de Deus - Parte III
    • Aula 21 - A existência de Deus - Parte III
    • Aula 21 - A existência de Deus - Parte III
    • Aula 21 (áudio) - A existência de Deus - Parte III
  • Aula 22 - A questão do conhecimento
    • Aula 22 - A questão do conhecimento
    • Aula 22 (áudio) - A questão do conhecimento
  • Aula 23 - Pensamento e linguagem
    • Aula 23 - Pensamento e linguagem
    • Aula 23 (áudio) - Pensamento e linguagem
  • Aula 24 - Pensamento e linguagem - Parte II
    • Aula 24 - Pensamento e linguagem - Parte II
    • Aula 24 (áudio) - Pensamento e linguagem - Parte II

Professor(es)

Joel Gracioso
Em andamento

Categoria: Filosofia
Apresentação do Curso

Neste curso de Introdução ao pensamento de Santo Agostinho, será apresentada a filosofia deste grande doutor da Igreja. Para melhor compreendê-la, faz-se necessário analisar duas coisas: 

1) o contexto de sua época: ele viveu em um tempo de crises, tanto política, por conta das invasões bárbaras e da queda do Império Romano, quanto espiritual; 

2) o momento histórico em que viveu foi um período áureo da Patrística, onde o pensamento filosófico cristão foi amplamente desenvolvido, em uma época de surgimento de muitas heresias e polêmicas. Nesse contexto, vemos Agostinho de Hipona ter contato com a filosofia pagã, principalmente com Platão, e conciliá-la com a Fé católica, o que gerou frutos riquíssimos para a Igreja até os dias atuais.

Sua filosofia enxerga o homem como estando em uma peregrinação em busca da Salvação e, a partir disso, ele desenvolve vários temas: relações de Deus com o homem e com a história; interioridade; mal; sentido da história; temporalidade; fé e razão etc. Portanto, não se pode esquecer do contato crucial entre o pensamento cristão e a filosofia pagã, e também o fato de que para chegar a Salvação, o homem deve orientar sua conduta, buscando conciliá-la com a Fé de Cristo, Aquele que é eterno e imutável, e não terreno e passageiro como as coisas deste mundo.

Comece agora